A Reciclagem do Alumínio

A reciclagem do alumínio foi a introdução de um novo modo de consumir.

Como já disse Fernando Gabeira “Temos na trilogia ecológica os verbos :- REUSAR, REPARAR e RECILCAR. No inicio de uma política de reciclagem surgem o importante verbo que é “empregar”. É por isso que no Brasil existem mais de 25000 brasileiros ocupados com uma renda superior ao salário mínimo. A reciclagem, principalmente da latinha de alumínio é uma das principais fontes de renda de todos os empregos verdes.

Em seguida, veio o verbo “economizar”. O alumínio é um dos produtos que mais devoram energia. Ao colocar o Brasil no topo da reciclagem do alumínio, significa que o país exerce uma forte economia energética, um dos requisitos necessários para produzir num planeta de mutações climáticas.

ImgDestaque_Reciclagem_AlumínioA Industria de reciclagem se organiza de um modo geral, na periferia das grandes metrópoles e precisa ser considerada como uma agenda séria para os nossos governantes. Assim, precisa ser considerada em qualquer projeto de forma tributária, uma vez que não se pode tributar duas vezes um mesmo produto.

Tão importante quanto a indústria é a produção de conhecimento e atitudes des pesquisadores e estudantes de todos os níveis, que impulsionaram uma tomada de consciência sobre as limitações de nosso planeta. E através desse momento pedagógico que se introduz também a questão ética em relação às gerações e sua inevitável consequência  prática : a busca da sustentabilidade”.

A reciclagem tem alcance social, econômico e ambiental. A sua importância no crescimento da consciência da população sobre a necessidade do melhor uso dos recursos naturais tem sido importante. Ela ajudou, ainda, a tornar a reciclagem de outros tipos de materiais, sobretudo embalagens, mais conhecidas e próximas do nosso cotidiano. Ajudou a formar cidadãos mais preocupados e conscientes com o consumo responsável.

No Hipermercado Paes Mendonça foi introduzido o primeiro programa permanente de reciclagem de embalagens no Brasil em 1991. Nessa época o mercado era dominado pelas latas de aço de três peças ; corpo, fundo e tampa, que detinham 100% do mercado de 340 milhões de unidades por ano, basicamente produzida para embalar cerveja.

A Reynolds, foi a empresa pioneira na produção mundial de latas de alumínio, em 1963. Em 1968, iniciou a reciclagem das embalagens, através da instalação de postos de captação de sucata de latinhas em diversos pontos dos Estados Unidos. Nesse ponto, é bom deixar bem claro que foi a indústria de latas de alumínio quem preparou, lançou, desenvolveu e consolidou o primeiro programa permanente de reciclagem de embalagens no Brasil, hoje bem conhecido de larga gatia da população. Foi esse investimento pioneiro da Reynolds Latasa que mudou a face do conceito de reciclagem de embalagens. Era o inicio de uma jornada que levaria o Brasil ao topo do ranking mundial de reciclagem de latas de alumínio. Mas ninguém sabia àquela altura.

Referência Bibliográfica : Como a reciclagem de latinhas se tornou um  sucesso no Brasil  , José Roberto Giosa

Engº Químico Francisco Innocencio Pereira

Autor:
Categoria: